fbpx

Aprenda em 5 minutos como calcular o gasto do seu ar condicionado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Todo verão é a mesma história: ar condicionado ligado e conta de luz dobrada. A procura por maneiras de economizar energia aqui e ali dentro de casa, para não abrir mão do conforto do ar condicionado, é extrema.

Provavelmente, você deve estar pensando que este texto é mais um daqueles "15 dicas para economizar no consumo de energia do ar condicionado" ou algo do tipo.

 economizar energia

Não, esse não é um texto sobre como economizar com seu ar condicionado.

Não que haja algo de errado em querer economizar. Inclusive, caso queira saber como, sugiro que leia essa excelente matéria.

"Mas isso não é um blog de educação financeira?"  — Sim, claro que é. Acontece que tão importante quanto poupar e investir, é saber se planejar para futuras despesas e gastar bem o seu dinheiro.

Por isso, vamos ajudar você a calcular o consumo de energia do seu ar condicionado.

Neste artigo você vai aprender sobre:

  • O revolucionário selo Procel
  • Como calcular o consumo de energia do seu ar condicionado
  • Vale a pena reduzir o consumo em casa para poder utilizar o ar condicionado?

1 — O selo Procel

Todo mundo já viu esse selo em algum eletrodoméstico. Isso mesmo, aquele selo que indica se seu aparelho consome muita ou pouca energia. Melhor dizendo, se é eficiente ou não.

Ele foi criado no Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), que tinha como objetivo diminuir o desperdício de energia elétrica e revolucionou a maneira como as pessoas encaram o consumo de energia no Brasil.

Antes dele não se fazia ideia de quanto um eletrodoméstico, por exemplo, consumia de energia. Muito menos existia a preocupação de um consumo consciente.

economizar energia

Como podem ver, A corresponde ao modelo mais eficiente e E ao menos eficiente.

Por isso, na hora de comprar seu ar condicionado ou qualquer outro aparelho devemos optar sempre pelos modelos com selo A.

Provavelmente serão um pouco mais caros, mas essa diferença é compensada rapidamente com contas de luz mais baratas.

Agora que você já sabe o que é o selo Procel vamos ao objetivo desse artigo.

2 — Como calcular o consumo de energia do seu ar condicionado

Se você leu a matéria que recomendei ali em cima, deve ter visto que as dicas de como economizar começam na escolha do aparelho.

Encontre aqui a potência ideal para seu ar condicionado

Mas, o foco aqui é saber exatamente quanto o ar condicionado que você já tem consome de energia.

Esse cálculo é bem simples, basta saber:

  • A quantidade de horas por dia que o aparelho fica ligado;
  • Quantos dias no mês você usa;
  • O consumo de energia do equipamento, em kWh/mês;
  • O preço da energia na sua cidade, em R$/kWh.

O consumo de energia do equipamento é muito fácil de encontrar. Lembra do selo Procel? Nele está indicado esse valor.

economizar energia

Caso o seu aparelho não esteja mais com esse selo, você pode procurar no manual dele ou acessar os sites do Procel ou Inmetro para obter essa informação.

E, para saber o preço da energia na sua cidade é só pegar uma conta de luz recente.

economizar energia

Com isso, é possível calcular rapidamente o consumo de energia do seu ar condicionado.

Calcule agora mesmo o consumo de energia do seu ar condicionado, usando essa calculadora!

Finalmente, vamos à parte mais polêmica desse artigo:

 

3 — Vale a pena economizar energia com outros aparelhos para utilizar o ar condicionado?

Se você calculou o consumo de energia do seu ar condicionado, percebeu que ele é o vilão da sua conta de luz no verão (para a maioria dos brasileiros).

E, convenhamos, é MUITO desconfortável passar o verão sem ele.

Calma! Não precisa sair correndo e desligar todos os aparelhos da tomada para economizar do modo stand-by. Não vai ser isso que vai fazer sua conta voltar ao que era nas outras estações do ano.

Alguns institutos dizem que os aparelhos ligados em stand-by podem representar até 12% da conta de luz.

Parece algo considerável? Vamos analisar com um exemplo prático.

Semana passada, recebi a conta de luz aqui em casa:

1072 kWh ou R$912,46 — facada né…

Segundo essas estatísticas, no meu caso, o stand-by representaria aproximadamente R$110. Ou R$3,67 por dia.

As contas que fiz para calcular o consumo do meu ar condicionado representaram R$476,67. Mais de 4 vezes o que eu poderia economizar desligando todos os aparelhos da tomada.

Agora eu te pergunto: não seria bom economizar R$110 por mês?

Depende. Se você for do tipo de pessoa que usa o computador e outros aparelhos com frequência, não.

Para mim, por exemplo, que ultimamente utilizo bastante o computador para trabalho ou para aprimoramento pessoal, não valeria a pena.

A conveniência de manter o computador ligado, permite que eu não perca tempo toda vez que precisar usá-lo. E o pior, eu teria que fazer isso com TODOS os aparelhos, para ter uma economia de R$3,67 por dia ou 15 centavos por hora (os R$110 mensais).

Já parou pra pensar quanto vale a sua hora?

Com certeza absoluta, ela vale mais do que 15 centavos.

Ou seja, é muito mais caro se livrar do modo stand-by do que conviver com ele!

Valeria a pena economizar esses R$110 utilizando menos o ar-condicionado?

Novamente, depende. Mas existem duas tarefas que justificam e muito o uso do ar: dormir e trabalhar (ou qualquer outra coisa que possa te gerar renda).

Uma boa noite de sono é muito importante para poder executar as atividades do seu dia. Todo mundo sabe disso porque já teve uma, ou várias noites de sono mal dormidas.

Pode comprometer, inclusive, sua produtividade e gerar consequências indesejáveis para sua saúde. Por isso, na hora de dormir, não se prive do conforto do ar condicionado.

Além disso, não ouse economizar com ar condicionado na hora do trabalho. Trabalhar no calor é insuportável (a não ser que você trabalhe na praia).

Vai te deixar desconfortável, estressado e certamente, você não renderá o máximo que poderia.

4 — Resumo

  • Sempre compre aparelhos com selo Procel A.
  • Saiba exatamente quanto seu ar condicionado gasta, usando sua conta de luz e o selo Procel.
  • Você não precisa se privar do conforto do ar condicionado.
  • Muito menos tirar seus aparelhos do modo stand-by.

Ao invés de tentar economizar no verão, se planeje para enfrentar gastos maiores nessa época. Você tem o ano inteiro para isso.

Elimine gastos excessivos durante o ano e viva a sua melhor época confortavelmente. 🙂

 

relatorios-450x450

Quer ganhar um Relatório de Valuation?

Criamos Relatórios exclusivos para nossos alunos.
Decidimos liberar alguns deles de graça.
Sem pegadinhas. É só clicar e receber.

Você gosta de ler?

Você pode aprender
Valuation em 10 horas.

Ou continuar comprando ações sem saber quanto elas valem. A escolha é sua.

Gutenberg N.

Eu já acompanho e admiro o trabalho de vocês há um tempo e ontem resolvi adquirir o curso depois de ouvir falar tanto dele (e por gostar tanto dos relatórios). Nem imaginava que ainda teria alguns bônus como esse. Parabéns 👊

15h45, 3 de Abril

Ronaldo U.

O curso eh muito objetivo e pratico. O aluno aprende os critérios e as questões relevantes para se fazer o valuation de uma empresa. A partir daí pesa por conta própria e se torna apto a elaborar suas analises e a questionar analises de terceiros.

10h32, 28 de Maio

Daniel U.

galera, o curso vale muito a pena... olha que estudo valuation e analise fundamentalista a pelo menos 3 anos, desde 2017, mas sempre tive umas dificuldades, entendi bem mais com o curso dos caras

9H31, 18 de Fevereiro

Rafael A.

Só passando pra dar um feedback em relação ao curso, MUITO BOM! Ele é bem didático e objetivo, não tem enrolação e isso pesa muito a favor do curso, porque se aprende melhor e mais rápido.

15h26, 13 de Abril

Cleyton F.

O curso é excelente, não tem como se arrepender! Linguagem super fácil, para leigos como a gente. Explica muito detalhadamente e o diferencial é poder ver sempre que quer igual agora [durante a crise] :)

17h57, 20 de Março

Ricardo M.

O curso de valuation do EduFinance a meu ver se parece muito com aquela empresa que a gente encontra um valor justo de R$20,00 por ação e ela tá sendo negociada no mercado à vista por R$4,00. Uma baita oportunidade!!

20h05, 17 de Abril

Paulo B.

Uma amiga diz que o único investimento que não tem risco algum é o estudo. Esse curso de Valuation me ajudou muito em ter um olhar crítico e saber se e quando uma empresa merece a nossa atenção e nosso capital para o futuro!

21h49, 14 de Abril

Niels T.

Já fiz vários cursos de valuation e o curso do edufinance foi de longe o melhor. Eles conseguiram colocar conceitos que a priori parecem complexos de uma forma muito clara e fácil de entender.

10h44, 16 de Fevereiro

Mateus M.

Fazer o curso foi muito importante para mim como investidor. Me deu a confiança necessária, junto com muito estudo, para escolher boas empresas na hora de alocar meu dinheiro em bolsa. Antes do curso eu acreditava que fazer um bom valuation era um bicho de sete cabeças, mas eles provaram o contrário.

12h51, 12 de Março

Marina C.

As aulas são muito práticas e objetivas. O Leandro faz o tema ficar muito fácil e compreensível pra todo mundo. Até pra quem é iniciante e não sabe nada de mercado financeiro.

11h32, 21 de Fevereiro

Lucas V.

Já li diversos livros sobre o assunto e também fiz alguns cursos, mesmo assim o Edufinance me impressionou com a boa didática e a atenção dada aos alunos o tempo todo. Acho o curso um excelente investimento para todos que querem se aprimorar como investidores.

16h49, 11 de Abril

Guilherme F.

O passo a passo, a receita de bolo do valuation!!!

18h04, 20 de Abril

Gabriel L.

Excelente! Completo e mais didático que qualquer livro no mercado! Recomendo pra qualquer um que tenha interesse em análise de empresas.

09h16, 03 de Janeiro

Bernardo A.

O curso é excelente, a didática e a objetividade usada pra explicar o assunto possibilita uma compreensão sobre o tema de forma rápida e eficiente. Até para pessoas com pouco conhecimento no assunto como eu. Já sinto uma enorme evolução e o principal: confiante pra analisar empresas.

15h15, 28 de Fevereiro