fbpx

Vale a pena comprar a subscrição de Itaúsa (ITSA4)?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

No dia 19 de fevereiro de 2018, os acionistas do Itaúsa receberam um comunicado no qual a empresa informava que pretendia realizar um aumento de capital por meio de subscrição de ações.

Caso você não tenha a mínima ideia sobre o que é um direito de subscrição, leia esse artigo. Nele, nós explicamos de uma maneira muito simples do que se trata esse direito e como não perder dinheiro com ele (e até mesmo ganhar).

Como funciona a subscrição?

O direito de subscrição emitido pelo Itaúsa (ITSA4), holding que controla o Itaú e outros investimentos, será negociado na bolsa entre 28 de fevereiro e 29 de março de 2018. Você poderá encontrá-la pelo ticker ITSA2.

Quem possuir esse direito ao final desse período poderá adquirir as ações do Itaúsa por meros R$ 7,80 cada.

O comunicado completo com todas as informações pode ser lido aqui.

Vale a pena?

Existem dois casos que devem ser analisados:

  • Você é acionista do Itaúsa e, por isso, recebeu o direito de subscrição. Agora quer saber se é melhor vender ou exercer o direito;
  • Você não é acionista e quer saber se vale a pena comprar o direito de subscrição.

1º Caso: você é acionista do Itaúsa

Nesse caso, a conta é simples. Para facilitar mais ainda, nós criamos esta calculadora.

Basta colocar o preço que a subscrição (ITSA2) está sendo negociada, o preço da ação do Itaúsa (ITSA4) no momento e a quantidade de direitos de subscrição que você possui.

Legal né?

Lembrando que o resultado não leva em consideração os custos de corretagem e outros encargos.

Sendo assim, ao final, subtraia o quanto você gastaria com a operação!

2º Caso: você não é acionista do Itaúsa

A conta aqui também é simples e nós também criamos uma calculadora 🙂

Basta colocar o preço que a subscrição (ITSA2) está sendo negociada e o preço da ação do Itaúsa (ITSA4) no momento.

Novamente, o resultado não leva em consideração taxas de corretagem e outros encargos.

Conclusão

Não leve em conta apenas os números.

O Itaúsa é uma holding que costuma fazer boas aquisições, tem um ROE alto (15,8%) e paga bons dividendos (dividend yield de 7,1%). Além disso, é dona do maior banco privado do Brasil, o Itaú Unibanco, que apresentou lucro recorde no último ano.

Dessa forma, se você tem interesse em ser acionista do Itaúsa no longo prazo e lucrar com os dividendos distribuídos e a valorização da empresa, então você deve considerar seriamente exercer o direito de subscrição e adquirir novas ações.

Nenhum dos comentários acima significa uma recomendação de investimento, apenas a opinião pessoal do escritor.

relatorios-450x450

Quer ganhar um Relatório de Valuation?

Criamos Relatórios exclusivos para nossos alunos.
Decidimos liberar alguns deles de graça.
Sem pegadinhas. É só clicar e receber.

Você gosta de ler?

Você pode aprender
Valuation em 10 horas.

Ou continuar comprando ações sem saber quanto elas valem. A escolha é sua.

Gutenberg N.

Eu já acompanho e admiro o trabalho de vocês há um tempo e ontem resolvi adquirir o curso depois de ouvir falar tanto dele (e por gostar tanto dos relatórios). Nem imaginava que ainda teria alguns bônus como esse. Parabéns 👊

15h45, 3 de Abril

Ronaldo U.

O curso eh muito objetivo e pratico. O aluno aprende os critérios e as questões relevantes para se fazer o valuation de uma empresa. A partir daí pesa por conta própria e se torna apto a elaborar suas analises e a questionar analises de terceiros.

10h32, 28 de Maio

Daniel U.

galera, o curso vale muito a pena... olha que estudo valuation e analise fundamentalista a pelo menos 3 anos, desde 2017, mas sempre tive umas dificuldades, entendi bem mais com o curso dos caras

9H31, 18 de Fevereiro

Rafael A.

Só passando pra dar um feedback em relação ao curso, MUITO BOM! Ele é bem didático e objetivo, não tem enrolação e isso pesa muito a favor do curso, porque se aprende melhor e mais rápido.

15h26, 13 de Abril

Cleyton F.

O curso é excelente, não tem como se arrepender! Linguagem super fácil, para leigos como a gente. Explica muito detalhadamente e o diferencial é poder ver sempre que quer igual agora [durante a crise] :)

17h57, 20 de Março

Ricardo M.

O curso de valuation do EduFinance a meu ver se parece muito com aquela empresa que a gente encontra um valor justo de R$20,00 por ação e ela tá sendo negociada no mercado à vista por R$4,00. Uma baita oportunidade!!

20h05, 17 de Abril

Paulo B.

Uma amiga diz que o único investimento que não tem risco algum é o estudo. Esse curso de Valuation me ajudou muito em ter um olhar crítico e saber se e quando uma empresa merece a nossa atenção e nosso capital para o futuro!

21h49, 14 de Abril

Niels T.

Já fiz vários cursos de valuation e o curso do edufinance foi de longe o melhor. Eles conseguiram colocar conceitos que a priori parecem complexos de uma forma muito clara e fácil de entender.

10h44, 16 de Fevereiro

Mateus M.

Fazer o curso foi muito importante para mim como investidor. Me deu a confiança necessária, junto com muito estudo, para escolher boas empresas na hora de alocar meu dinheiro em bolsa. Antes do curso eu acreditava que fazer um bom valuation era um bicho de sete cabeças, mas eles provaram o contrário.

12h51, 12 de Março

Marina C.

As aulas são muito práticas e objetivas. O Leandro faz o tema ficar muito fácil e compreensível pra todo mundo. Até pra quem é iniciante e não sabe nada de mercado financeiro.

11h32, 21 de Fevereiro

Lucas V.

Já li diversos livros sobre o assunto e também fiz alguns cursos, mesmo assim o Edufinance me impressionou com a boa didática e a atenção dada aos alunos o tempo todo. Acho o curso um excelente investimento para todos que querem se aprimorar como investidores.

16h49, 11 de Abril

Guilherme F.

O passo a passo, a receita de bolo do valuation!!!

18h04, 20 de Abril

Gabriel L.

Excelente! Completo e mais didático que qualquer livro no mercado! Recomendo pra qualquer um que tenha interesse em análise de empresas.

09h16, 03 de Janeiro

Bernardo A.

O curso é excelente, a didática e a objetividade usada pra explicar o assunto possibilita uma compreensão sobre o tema de forma rápida e eficiente. Até para pessoas com pouco conhecimento no assunto como eu. Já sinto uma enorme evolução e o principal: confiante pra analisar empresas.

15h15, 28 de Fevereiro