ROIC (ou Retorno sobre Capital Investido) é um indicador financeiro que mede a rentabilidade do dinheiro investido pelos acionistas e credores em uma empresa. Ele revela o retorno obtido para cada R$1,00 investido na empresa, independente da origem desse dinheiro (empréstimos ou capital próprio).

Ele é calculado da seguinte forma:

roic formula

Como é utilizado?

Os analistas costumam utilizá-lo nas seguintes situações:

  • Comparando o ROIC com o WACC (Custo Médio Ponderado de Capital) para descobrir se a empresa gera valor para os acionistas e credores. Quando o ROIC é maior que o WACC a empresa está criando valor. Já quando ele é menor, ela está destruindo valor.

 

 

  • Usando-o para contextualizar a comparação por múltiplos. Uma empresa aparenta estar barata por ter um EV/EBITDA menor que outra. Para ter certeza, entretanto, é necessário comparar também a geração de valor de ambas, o que pode ser feito por meio do ROIC.

Quais cuidados devo tomar?

 

  • Caso a empresa emita novas ações ao longo do ano, é importante usar a média ponderada do Patrimônio Líquido (PL) dela ao longo do ano. Por exemplo: Em uma empresa que tinha R$10.000 de PL nos 5 primeiros meses e, após uma emissão, ficou com R$15.000 de PL nos 7 meses restantes, o PL usado no cálculo do ROIC deve ser igual a: (10.000 x 5 + 15.000 x 7) / 12.

 

  • Da mesma maneira, caso a empresa tome ou quite dívidas ao longo do ano, será importante usar a média ponderada da sua dívida onerosa ao longo do ano.

 

  • Evite comparar o ROIC de empresas que não sejam do mesmo setor.

 

  • O ROIC pode aumentar, pelo menos no curto prazo, em períodos de retração econômica ou como reflexo de cortes de despesas essenciais (P&D, treinamento, tecnologia) para o funcionamento da empresa no longo prazo. É importante saber que essas medidas, apesar de aumentarem o ROIC no curto prazo, podem causar sérios problemas de competitividade no futuro. Além disso, a redução nos investimentos também pode ser fruto da maior eficiência na alocação de recursos (fazendo com que seja necessário investimentos menores). Isso é bom para o acionista.

 

  • O ROIC também pode aumentar caso a empresa invista menos do que o suficiente para compensar a depreciação de seus ativos. No entanto, isso significa apenas que ela postergou o investimento para o futuro ou, até mesmo, que está perdendo competitividade. Por isso, é muito importante ficar de olho no quanto ela investiu (CAPEX) e na depreciação.

 

  • Empresas que estão iniciando a expansão de suas fábricas, lojas ou unidades costumam ter um ROIC menor nos primeiros anos. Isso acontece porque os chamados ativos fixos (lojas, fábricas e afins) levam algum tempo até começarem a operar com 100% de eficiência. Dessa maneira, enquanto o investimento (financiado por dívida ou capital próprio) aumenta rapidamente, o NOPAT leva algum tempo para crescer na mesma proporção.

 

  • É importante utilizar sempre o valor contábil do patrimônio líquido (aquele que é informado pela empresa). O valor de mercado leva em conta expectativas de crescimento futuras, as quais não são levadas em consideração no NOPAT, distorcendo o resultado.

 

  • Empresas em mercados mais estáveis demandam investimentos menores e mais lentos. Por isso, costumam apresentar ROIC maior do que aquelas que atuam em mercados mais competitivos.

 

Outras formas de calcular o ROIC

O ROIC também pode ser calculado pelo ponto de vista operacional.

roic formula operacional