fbpx

O que é: ROIC (Retorno sobre Capital Investido)?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

ROIC (ou Retorno sobre Capital Investido) é um indicador financeiro que mede a rentabilidade do dinheiro investido pelos acionistas e credores em uma empresa. Ele revela o retorno obtido para cada R$1,00 investido na empresa, independente da origem desse dinheiro (empréstimos ou capital próprio).

Ele é calculado da seguinte forma:

roic formula

Como é utilizado?

Os analistas costumam utilizá-lo nas seguintes situações:

  • Comparando o ROIC com o WACC (Custo Médio Ponderado de Capital) para descobrir se a empresa gera valor para os acionistas e credores. Quando o ROIC é maior que o WACC a empresa está criando valor. Já quando ele é menor, ela está destruindo valor.

 

 

  • Usando-o para contextualizar a comparação por múltiplos. Uma empresa aparenta estar barata por ter um EV/EBITDA menor que outra. Para ter certeza, entretanto, é necessário comparar também a geração de valor de ambas, o que pode ser feito por meio do ROIC.

Quais cuidados devo tomar?

 

  • Caso a empresa emita novas ações ao longo do ano, é importante usar a média ponderada do Patrimônio Líquido (PL) dela ao longo do ano. Por exemplo: Em uma empresa que tinha R$10.000 de PL nos 5 primeiros meses e, após uma emissão, ficou com R$15.000 de PL nos 7 meses restantes, o PL usado no cálculo do ROIC deve ser igual a: (10.000 x 5 + 15.000 x 7) / 12.

 

  • Da mesma maneira, caso a empresa tome ou quite dívidas ao longo do ano, será importante usar a média ponderada da sua dívida onerosa ao longo do ano.

 

  • Evite comparar o ROIC de empresas que não sejam do mesmo setor.

 

  • O ROIC pode aumentar, pelo menos no curto prazo, em períodos de retração econômica ou como reflexo de cortes de despesas essenciais (P&D, treinamento, tecnologia) para o funcionamento da empresa no longo prazo. É importante saber que essas medidas, apesar de aumentarem o ROIC no curto prazo, podem causar sérios problemas de competitividade no futuro. Além disso, a redução nos investimentos também pode ser fruto da maior eficiência na alocação de recursos (fazendo com que seja necessário investimentos menores). Isso é bom para o acionista.

 

  • O ROIC também pode aumentar caso a empresa invista menos do que o suficiente para compensar a depreciação de seus ativos. No entanto, isso significa apenas que ela postergou o investimento para o futuro ou, até mesmo, que está perdendo competitividade. Por isso, é muito importante ficar de olho no quanto ela investiu (CAPEX) e na depreciação.

 

  • Empresas que estão iniciando a expansão de suas fábricas, lojas ou unidades costumam ter um ROIC menor nos primeiros anos. Isso acontece porque os chamados ativos fixos (lojas, fábricas e afins) levam algum tempo até começarem a operar com 100% de eficiência. Dessa maneira, enquanto o investimento (financiado por dívida ou capital próprio) aumenta rapidamente, o NOPAT leva algum tempo para crescer na mesma proporção.

 

  • É importante utilizar sempre o valor contábil do patrimônio líquido (aquele que é informado pela empresa). O valor de mercado leva em conta expectativas de crescimento futuras, as quais não são levadas em consideração no NOPAT, distorcendo o resultado.

 

  • Empresas em mercados mais estáveis demandam investimentos menores e mais lentos. Por isso, costumam apresentar ROIC maior do que aquelas que atuam em mercados mais competitivos.

 

Outras formas de calcular o ROIC

O ROIC também pode ser calculado pelo ponto de vista operacional.

roic formula operacional
relatorios-450x450

Quer ganhar um Relatório de Valuation?

Criamos Relatórios exclusivos para nossos alunos.
Decidimos liberar alguns deles de graça.
Sem pegadinhas. É só clicar e receber.

Você gosta de ler?

Você pode aprender
Valuation em 10 horas.

Ou continuar comprando ações sem saber quanto elas valem. A escolha é sua.

Gutenberg N.

Eu já acompanho e admiro o trabalho de vocês há um tempo e ontem resolvi adquirir o curso depois de ouvir falar tanto dele (e por gostar tanto dos relatórios). Nem imaginava que ainda teria alguns bônus como esse. Parabéns 👊

15h45, 3 de Abril

Ronaldo U.

O curso eh muito objetivo e pratico. O aluno aprende os critérios e as questões relevantes para se fazer o valuation de uma empresa. A partir daí pesa por conta própria e se torna apto a elaborar suas analises e a questionar analises de terceiros.

10h32, 28 de Maio

Daniel U.

galera, o curso vale muito a pena... olha que estudo valuation e analise fundamentalista a pelo menos 3 anos, desde 2017, mas sempre tive umas dificuldades, entendi bem mais com o curso dos caras

9H31, 18 de Fevereiro

Rafael A.

Só passando pra dar um feedback em relação ao curso, MUITO BOM! Ele é bem didático e objetivo, não tem enrolação e isso pesa muito a favor do curso, porque se aprende melhor e mais rápido.

15h26, 13 de Abril

Cleyton F.

O curso é excelente, não tem como se arrepender! Linguagem super fácil, para leigos como a gente. Explica muito detalhadamente e o diferencial é poder ver sempre que quer igual agora [durante a crise] :)

17h57, 20 de Março

Ricardo M.

O curso de valuation do EduFinance a meu ver se parece muito com aquela empresa que a gente encontra um valor justo de R$20,00 por ação e ela tá sendo negociada no mercado à vista por R$4,00. Uma baita oportunidade!!

20h05, 17 de Abril

Paulo B.

Uma amiga diz que o único investimento que não tem risco algum é o estudo. Esse curso de Valuation me ajudou muito em ter um olhar crítico e saber se e quando uma empresa merece a nossa atenção e nosso capital para o futuro!

21h49, 14 de Abril

Niels T.

Já fiz vários cursos de valuation e o curso do edufinance foi de longe o melhor. Eles conseguiram colocar conceitos que a priori parecem complexos de uma forma muito clara e fácil de entender.

10h44, 16 de Fevereiro

Mateus M.

Fazer o curso foi muito importante para mim como investidor. Me deu a confiança necessária, junto com muito estudo, para escolher boas empresas na hora de alocar meu dinheiro em bolsa. Antes do curso eu acreditava que fazer um bom valuation era um bicho de sete cabeças, mas eles provaram o contrário.

12h51, 12 de Março

Marina C.

As aulas são muito práticas e objetivas. O Leandro faz o tema ficar muito fácil e compreensível pra todo mundo. Até pra quem é iniciante e não sabe nada de mercado financeiro.

11h32, 21 de Fevereiro

Lucas V.

Já li diversos livros sobre o assunto e também fiz alguns cursos, mesmo assim o Edufinance me impressionou com a boa didática e a atenção dada aos alunos o tempo todo. Acho o curso um excelente investimento para todos que querem se aprimorar como investidores.

16h49, 11 de Abril

Guilherme F.

O passo a passo, a receita de bolo do valuation!!!

18h04, 20 de Abril

Gabriel L.

Excelente! Completo e mais didático que qualquer livro no mercado! Recomendo pra qualquer um que tenha interesse em análise de empresas.

09h16, 03 de Janeiro

Bernardo A.

O curso é excelente, a didática e a objetividade usada pra explicar o assunto possibilita uma compreensão sobre o tema de forma rápida e eficiente. Até para pessoas com pouco conhecimento no assunto como eu. Já sinto uma enorme evolução e o principal: confiante pra analisar empresas.

15h15, 28 de Fevereiro