ROE (ou Retorno sobre o Patrimônio Líquido) é um indicador que mede a rentabilidade do dinheiro investido pelos acionistas na empresa (patrimônio líquido). Ele revela qual o retorno obtido pelos acionistas para cada R$1,00 investido por eles.

Ele é calculado da seguinte forma:

roe

Como é utilizado?

Os analistas costumam utilizar o Retorno sobre o Patrimônio Líquido nas seguintes situações:

  • Comparando-o com o Custo de Capital Próprio (Ke) para descobrir se a empresa gera valor para os acionistas;
  • Comparando-o com o ROIC (Return on Invested Capital) para descobrir se a empresa está destruindo valor;
  • Para medir o GAF (Grau de Alavancagem Financeira), que revela quantos reais foram ganhados para cada R$1,00 de dívida.

Ele também é utilizado para comparar a rentabilidade de uma empresa com outras do mesmo setor. Ele demonstra o quão efetiva a empresa é em transformar o dinheiro investido nela em ganhos financeiros (lucro) e crescimento da própria companhia.

Quanto maior for o Retorno sobre o Patrimônio Líquido, mais eficientemente a empresa estará usando o capital investido nela.

Quais cuidados devo tomar?

  • Caso a empresa emita novas ações ao longo do ano, é importante usar a média ponderada do patrimônio líquido (PL) dela ao longo do ano. Por exemplo: Uma empresa tinha R$10.000 de PL nos 5 primeiros meses e, após uma emissão, ficou com R$15.000 de PL nos 7 meses restantes. O PL usado no cálculo do ROE deve ser igual a: (R$10.000 x 5 + R$15.000 x 7) ÷ 12  = R$12.916
  • Empresas de alto crescimento costumam ter um ROE mais alto.
  • Fazer a média do ROE nos últimos 5~7 anos te dará uma visão mais confiável da rentabilidade da empresa.
  • Evite comparar o ROE de empresas que não sejam do mesmo setor.

Outras formas de calcular o ROE

O ROE também pode ser calculado pelo ponto de vista operacional e pelo ponto de vista matemático (usado para relacionar ROE e ROIC).

Ponto de vista operacional:

 

Ponto de vista matemático (relação ROE e ROIC):

roe

 

Caso você queira saber aonde utilizar indicador, por exemplo, para saber se uma ação está cara, eu recomendo a leitura desse artigo: ROE, ROIC e WACC: Como usá-los para descobrir se uma ação está cara.

Se você tiver alguma dúvida ou algo a acrescentar, fique à vontade para comentar aqui embaixo. Será um prazer respondê-lo.

P.S.: Essa informação foi útil para você? Compartilhe e ajude mais pessoas a entenderem melhor o mercado financeiro e a bolsa de valores.