Jogar dinheiro fora certamente é um problema que atinge 99,9% das pessoas. E eu não estou exagerando. É muito difícil encontrar alguém que tenha controle total sobre seus gastos e isso é normal.

Aqui no Blog nós falamos muito sobre os melhores investimentos e as melhores formas de economizar dinheiro.

Em diversos artigos, abordamos como investir em ações, renda fixa e qual a melhor corretora para realizar esses investimentos.

Hoje, porém, faremos o contrário. Vamos falar das piores formas de jogar dinheiro fora.

E a 5ª com certeza é a pior delas.

1 — Você possui o mesmo plano de celular há anos

A concorrência por novos clientes no setor de telefonia móvel acirra-se a cada dia.

Por ser um setor com altos ganhos de escala, é interessante para essas empresas manter a maior base de usuários possíveis.

Além disso, o ritmo acelerado do desenvolvimento de novas tecnologias faz com que os planos de telefonia tornem-se obsoletos rapidamente, forçando-os a criar novos planos com mais vantagens e por um preço menor.

Esse artigo mostra um ótimo exemplo de como não renegociar o plano do seu celular pode ser um desperdício de dinheiro.

Outra furada fornecida pelas operadoras são os celulares oferecidos por um preço incrivelmente mais barato quando comprados junto a algum plano.

jogar dinheiro foraNo lançamento do iPhone 7, por exemplo, a Vivo oferecia o aparelho por “apenas” R$1.989. Se comparado ao preço médio de R$4.500, realmente a compra pareceria uma ótima oportunidade.

Entretanto, o iPhone vinha com um “bônus”: o comprador assinava também um plano de meros R$1.299 mensais.

Em um ano, você teria pago o equivalente a 4 iPhones 7.

2— Você paga anuidade pelo seu cartão de crédito

O cartão de crédito é uma das formas de pagamento prediletas dos brasileiros. Além de prático, ele também permite o acúmulo de milhas aéreas. 

A maioria dos cartões, contudo, cobra uma taxa de anuidade média de R$52 e que pode chegar até R$690.

Há diversas opções de cartões de crédito que oferecem seus serviços sem cobrar nenhuma taxa por isso. 

jogar dinheiro foraMelhores cartões sem anuidade

  • Nubank
  • Digio
  • Neon
  • Intermedium

Outra vantagem, especificamente pra quem costuma se endividar, é que o juros cobrado por esses cartões costuma ser muito menor do que o dos cartões tradicionais. 

O Nubank, por exemplo, caso você deixe de pagar a fatura, o juros cobrado varia entre 2,75% e 14% ao mês.

Enquanto isso, em cartões tradicionais, essa taxa pode chegar a 511% ao ano.

3— Você deixa seu dinheiro na poupança (mesmo que seja R$1)

Essa é a segunda melhor forma de não fazer seu dinheiro render.

Além de garantir o lucro dos bancos, você ainda perde dinheiro sem perceber, já que a inflação não aparece no extrato.

Em 2015, por exemplo, o ganho real (rendimento do investimento menos inflação) da poupança foi de -2,28%.

Há diversas alternativas mais rentáveis e tão seguras quanto a poupança que também permitem a retirada do dinheiro a qualquer momento (liquidez diária).

Estas são algumas delas.

4— Você põe seu dinheiro em programas como PIC 

jogar dinheiro fora

Definitivamente, é a melhor forma de não fazer seu dinheiro render.

Parecido com o carnê do Baú da Felicidade e a Megasena, no PIC você empresta seu dinheiro para o banco por um certo período e em troca concorre a prêmios (ninguém conhece alguém que tenha ganhado, mas a gerente sempre vai dizer que um cliente dela já ganhou).

A vantagem? Caso você não seja sorteado, o seu dinheiro será devolvido integralmente!

Parece ótimo, não? Uma Megasena em que, caso você não ganhe, ainda revê a aposta.

O problema é que, na verdade, você está perdendo cerca de 6,3% da quantia “investida” no PIC a cada ano. Essa é a inflação (2016) que, apesar de invisível, deteriora o valor real do seu dinheiro.

Além disso, esse montante poderia ter sido investido em algo que possuísse um rendimento real. 

Há, por exemplo, CDB’s com rendimento de 10% ao ano, tão seguros quanto o PIC e que ainda permitem a retirada do dinheiro a qualquer momento.

5 — Você paga para ter uma conta no banco

Esse, provavelmente, é o pior jeito de jogar dinheiro fora.

jogar dinheiro fora

Nós explicamos recentemente em um artigo sobre renda fixa como os bancos fazem para lucrar. Basicamente, eles emprestam dinheiro a uma taxa muito mais alta do que a que pagam para pegá-lo emprestado através de CDB’s, LCI’s e LCA’s.

Sua fonte de capital, no entanto, não se limita ao montante arrecadado com títulos de renda fixa.

O dinheiro depositado em sua conta também é utilizado para financiar as atividades do banco.

Claro, em momento algum aparecerá em seu extrato alguma movimentação e há garantias de que a quantia completa sempre estará disponível para saque.

Porém, isso não significa que o dinheiro esteja parado.

Além de emprestar o dinheiro que está na sua conta para outras pessoas e ganhar com o juros, o banco ainda te cobra por isso.

Literalmente você paga para o banco ganhar dinheiro as suas custas.

As taxas de manutenção cobradas variam de R$60 (contas universitárias) até R$ 1.188 ao ano.

Contas Digitais

Se você é do tipo que prefere fazer tudo pelo computador e detestar ir ao banco, as contas digitais são uma boa opção.

Essa modalidade de conta é isenta de tarifas, com a contrapartida de que o usuário opere somente através de meios digitais, como aplicativo de celular, internet e caixa eletrônico.

Basicamente, você para de pagar taxas e ainda deixa de enfrentar filas no banco.

6 — Você tem uma linha de telefone residencial

jogar dinheiro fora

O celular já substituiu o telefone fixo em mais da metade das residências brasileiras.

Mesmo assim, muitas pessoas ainda mantêm uma linha residencial, pagando uma mensalidade média de R$76,80. 

Listamos alguns motivos pelos quais não vale a pena ter uma linha fixa de telefone:

  • Você receberá ligações de telemarketing
  • Seus amigos e parentes certamente sabem o número do seu celular
  • Você provavelmente fica fora de casa na maior parte do dia
  • Um plano de telefonia móvel de apenas R$28 te garante 6h30min de ligações por mês. Certamente mais do que você conseguirá utilizar.

Enfim, eu acredito que a maioria das pessoas permaneçam com sua linha telefônica ou por preguiça de cancelá-la, ou por receio de que seja difícil realizar esse procedimento.

7 — Você cai no conto do produto maior por um pouco a mais

jogar dinheiro fora

“Milkshake: Pequeno R$10, Médio R$12, Grande R$13”

Apesar de ser uma das estratégias mais antigas de marketing, sua eficácia é incomparável.

Afinal, quem nunca optou pelo maior tamanho apenas porque “valia a pena”?

Psicologicamente, nós tendemos a identificar a relação de custo benefício pela variação do preço em cada tamanho.

Como a diferença de preço entre o milkshake grande e médio é de apenas R$1, acabamos achando mais vantajoso optar pelo maior tamanho, já que ele custa somente um pouco a mais.

Essa estratégia é utilizada por diversas redes alimentícias, como McDonalds, Burger King, Bob’s e Starbucks. É ela que nos faz pagar R$12 por um café.

O ideal é que você escolha o tamanho do alimento que irá consumir sem consultar o valor.Na pior das hipóteses, caso você escolha o maior tamanho, ainda terá a chance de achar que ele é muito caro e optar por um tamanho menor. 

Isso fará com que o “efeito custo x benefício” não te influencie a comprar o maior deles.


Depois de ler esse artigo, você provavelmente economizará bastante apenas cortando esses gastos inúteis.

 Agora vem o próximo passo: investir esse dinheiro.

Nós escrevemos recentemente dois artigos que são fundamentais para quem quer ter sucesso absoluto nos seus investimentos:

Como investir em Renda Fixa: o guia completo para quem nunca saiu da poupança

Como investir na bolsa de valores: as 7 coisas que você precisa saber para começar a investir


Leandro Siqueira

Seu foco principal é a bolsa de valores. Opera na bolsa desde os 17 anos e aos 20 deixou a faculdade de engenharia para cursar Economia na UFRJ. Tem a missão de trazer conhecimentos novos toda semana, sempre de forma simples e didática.

Artigos do autor